Archive | dezembro 2012

AS MELHORES MÚSICAS NACIONAIS DE 2012

20mph

Esqueça os pessimistas! 2012 foi um ótimo ano para a música nacional.

Grandes nomes, incríveis retornos e novas promessas (capazes de finalmente transmitir confiança e admiração), marcaram os últimos doze meses com lançamentos sensacionais, abusando da nostalgia harmônica, experimentação eletrônica, anarquismo sonoro e minimalismo atômico.

E para celebrar este soberbo momento, selecionamos o que acreditamos serem as 20 melhores canções nacionais de 2012. Justificar essa escolha resultaria em uma observação inútil, afinal, todos nós sabemos que nada é absoluto, mas de qualquer forma adoramos contemplar uma boa seleção.

Confira agora as 20 melhores canções (em ordem de importância) escolhidas pelos mais diversos e diferentes motivos. E participe com a sua opinião/lista através dos campo comentários. Aproveite!

20) Bonde do Rolê – Kilo

19) Cambriana – The Sad Facts

18) Madrid – Free Fall

17) Lucas Santtana – Se Pá Ska SP

16) Gaby Amarantos – Ex Mai Love

15) Holger – Ilhabela

14) Jair Naves – Eu Sonho Acordado

13) Ludov – O paraíso

12) Caetano Veloso – A Bossa Nova É Foda

11) Black Drawing Chalks – Cut Myself In Two

10) Vivendo do Ócio – Nostalgia

09) Apanhador Só – Salão de Festas

08) Silva – 2012

07) Bidê ou Balde – Mesma Cidade

06) Sexy Fi – Macumba

05) Supercordas – Mumbai

04) Suéteres – Antes e Depois

03) Tulipa Ruiz – Quando Eu Achar

02) Otto – Ela Falava

01) Curumin- Passarinho

ENTÃO É NATAL

E a melhor canção de natal (de todos os tempos) é:

Feliz Natal Pessoal!

FIM DO MUNDO, COMO NÃO?

olala

Eu não sou muito fã de trabalhar na sexta-feira, e também não conheço alguém que seja, portanto vamos antecipar agora algo que – muita atenção – todos os babacas devem se atrever a fazer. Sim, eu sou um completo babaca, mas também sou um cara bem divertido se estiver em um dia inspirado, basta ter fé.

E para o nosso (meu) desespero por tudo que é previsível e por isso abominamos, o mundo deve acabar (ou deveria) para uma grande parcela de pessoas sem graça, crentes fiéis em cerveja sem álcool, café descafeinado, julgamentos divinos e capitalismo solidário.

Aproveitando-se do gancho mais infeliz e débil de 2012, eu e provavelmente alguns babacas, ocuparam-se da oportunidade para produzir mais uma seleção de pequenos clássicos.

Sim, a nossa nova edição de MESS_TAPE (a segunda desde o anúncio de seu encerramento), irá contemplar o que eu acredito que seja uma boa trilha sonora para o – quem se atreve – fim do mundo.

Não imagine incríveis clássicos ou obscuras canções de indiscutível harmonia artística, pois ninguém se preocupa com esse excesso de bajulação próximo do fim. Se de fato houvesse tempo, restaria apenas um gesto soturno de sorte.

Imagine o fim, imagine o planeta Terra despedaçando-se lentamente em um espaço que não compreendemos e não propaga a beleza do som. Sim, no fim seremos apenas o silêncio, mas se houvesse tempo para algo eu gostaria de apreciar uma última canção (entre muitas outras coisas).

E tendo essa apocalíptica visão em mente, decidi que o aleatório é o senhor da razão. Todas as canções selecionadas para o nossa saborosa “Trilha Sonora para o Fim do Mundo” foi estabelecida por livre e espontânea programação do meu amado computador e sua infinita quantidade de gigabytes de música.

Sem drama, sem grandes pensamentos, no fim eu sinceramente não espero ter trabalho algum, apenas prazer de uma boa canção.

E caso, por acaso, os débeis fiéis estiverem certos, eu recomendo aproveitar a sua próxima hora com uma deliciosa seleção aleatória de boa música.

Aumente o volume, aperte o play e aproveite.

MESS_TAPE 032 – World’s End Soundtrack

  • Martha Wainwright – See Emily Play
  • Alt-J – Breezeblocks
  • Freddie King – What’d I Say
  • The Brian Jonestown Massacre – Straight Up And Down
  • Current Swell – Too Cold
  • Gorillaz – Rhinestone Eyes
  • Grouplove – Tongue Tied
  • Sigur Rós – Starálfur
  • Mother Mother – Neighbour
  • Tulipa Ruiz – Quando Eu Achar
  • The Maccabees – Glimmer
  • Swim Deep – Honey
  • Icona Pop – I Love It (feat. Charli XCX)
  • Cícero – Tempo de Pipa
  • The Smashing Pumpkins – Cupid De Locke (BT 2012 Mix)
  • Amy Winehouse – Hey Little Rich Girl
  • Beastie Boys – Off The Grid

fimdomundo

QUINTA_FEIRA

Por favor.

please!

QUEBRANDO UMA PROMESSA

cafe

É preciso quebrar uma promessa. Não que isso seja uma grande novidade na minha humilde vida mas, quando a situação existe a necessidade de uma retratação pública, imagine, tudo soa diferente.Mas neste caso eu não acredito que seja necessário acionar os alarmes ou ligar para a polícia, afinal, estamos apenas repensando algumas posições antes do efetivo adeus a 2012.

Antes eu já havia afirmado que não haveria mais edições do nosso amado, incompreensível e (por que não) desgostoso MESS_TAPE. Um equívoco. Antes que o ano acabe é preciso produzir mais algumas edições. A vida cobra.

E neste inesperado recomeço não há nada melhor do que celebrar a obra de uma incrível banda, certo? Pois certo disso, revisitamos toda a carreira magnífica do The Walkmen.

Com 12 anos de história o grupo norte-americano Walkmen acumula sete impressionantes álbuns de estúdio, sendo que Heaven, seu mais recente álbum, figura sem dúvida entre os 5 melhores álbuns lançados este ano.

Sendo assim aumente o volume e aproveite, deixe-se levar pela aspereza harmônica e dilacerante do The Walkmen.

MESS_TAPE 031 – Especial The Walkmen

  • The Walkmen – Line By Line
  • The Walkmen – My Old Man
  • The Walkmen – Canadian Girl
  • The Walkmen – Angela Surf City
  • The Walkmen – Heartbreaker
  • The Walkmen – The North Pole
  • The Walkmen – Blue As Your Blood
  • The Walkmen – Heaven
  • The Walkmen – On The Water
  • The Walkmen – New Year’s Eve
  • The Walkmen – Thinking of a Dream I Had
  • The Walkmen – The Love You Love
  • The Walkmen – Juveniles
  • The Walkmen – In The New Year
  • The Walkmen – We Can’t Be Beat
  • The Walkmen – 138th Street
  • The Walkmen – Love Is Luck
  • The Walkmen – Woe Is Me
  • The Walkmen – Bows + Arrows
  • The Walkmen – No One Ever Sleeps
  • The Walkmen – The Rat
  • The Walkmen – Dreamboat

thewalk

PRESENTE DE NATAL ANTECIPADO

There_Must_Be_a_Place

E dois dos meus grupos favoritos de 2012 resolveram unir forças e lançar gratuitamente um EP especial neste fim de ano.

Os portugueses do Best Youth e o We Trust anunciaram o lançamento do EP There Must be a Place. São 8 incríveis canções registradas em uma versão intimista, abusando da beleza do minimalismo harmônico. Sem dúvida uma das melhores novidades neste fim de ano.

Para realizar o download gratuito deste incrível EP basta acessar o site da gravadora Optimus Discos. E tenha um feliz natal antecipado!

SEGUNDA-FEIRA

Tudo bem?

636x460design_01 (1)

NÃO PERCA SEU TEMPO – AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL

The-Perks-of-Being-a-Wallflower-Poster-585x426

Não se deixe enganar pela propaganda, pois The Perks Of Being A Wallflower (As Vantagens de Ser Invisível, no Brasil) é uma completa perda de tempo.

Você pode se enganar frente às referencias óbvias a obra carismática de John Hughes, ou se permitir impressionar-se com a trilha sonora indie clássica, com a presença magnética de David Bowie, New Order e The Smiths (para citar apenas alguns nomes), talvez você suspire diante ao saudosismo tecnológico que ressalta a importância dos K7 e mixtapes, mas acredite, no fim, estará apenas diante de um combinado de fórmulas exageradamente intercalados e erroneamente costurados.

Logan Lerman é o próximo antipático, inexpressivo e irritante ator de sua geração. E os méritos não devem-se apenas a sua vegetativa “interpretação” em The Perks Of Being A Wallflower, mas ao conjunto de sua impressionante coleção de fracassos cinematográficos.

Enquanto os fãs de Harry Potter celebram uma apática interpretação de Emma Watson e o seu revolucionário sutiã vazio, devemos reconhecer que Ezra Miller convence no papel de meio-irmão gay de Watson, em uma galeria de péssimas interpretações neste que já fora aguardado com o grande filme indie de 2012.

A trama? Charlie (Lerman) é um garoto tímido, marcado por infortúnios que incluem a morte de um parente próximo e o suicídio de seu melhor amigo, no inverno passado. O colegial é o início de uma nova fase, e enquanto o diretor Stephen Chbosky enfileira uma série de clichês juvenis em sua obra nostálgica, Charlie precisa reaprender a se sociabilizar e conquistar novos amigos antes que finalmente enlouqueça.

Tudo o que você já viu está presente em The Perks Of Being A Wallflower, portanto prepare-se para rever romances platônicos inconciliáveis, traumas familiares modernos, depressão adolescente histérica e uma releitura (simpática) de The Rocky Horror Picture Show. Existe uma carente expectativa de injetar poesia visual visceral, mas o diretor Stephen Chbosky consegue desequilibrar planos, trilha sonora e luz quando se espera. E nenhuma simpatia deste universo irá me convencer que túneis são um referencial figurativo para portais ou outros universos, para registro.

Em resumo, escute a trilha sonora, mas não perca o seu tempo. O sutiã de Emma Watson não vale o ingresso.

AS MELHORES MÚSICAS INTERNACIONAIS DE 2012

30

Tem quem acredite que 2012 não foi um bom ano para a música, mas sinceramente eu penso diferente. Muito diferente.

2012 – essa é a concepção absoluta – foi um ótimo ano.

Grandes nomes, incríveis retornos e novas promessas (capazes de finalmente transmitir confiança e admiração), marcaram os últimos doze meses com lançamentos sensacionais, abusando da nostalgia harmônica, experimentação eletrônica, anarquismo sonoro e minimalismo atômico.

E para celebrar este soberbo momento, selecionamos o que acreditamos serem as 30 melhores canções internacionais de 2012. Justificar essa escolha resultaria em uma observação inútil, afinal, todos nós sabemos que nada é absoluto, mas de qualquer forma adoramos contemplar uma boa seleção.

Confira agora as 30 melhores canções (em ordem de importância) escolhidas pelos mais diversos e diferentes motivos. E participe com a sua opinião/lista através dos campo comentários. Aproveite!

30) Superchunk – This Summer

 

29) The Dandy Warhols – Autumn Carnival

 

28) Sharon Van Etten – Magic Chords

 

27) Soundgarden – Been Away Too Long

 

26) Tame Impala – Feels Like We Only Go Backwards

 

25) Nelson Can – Troublemaker

 

24) Cosmo Jarvis – Love This

 

23) Band of Horses – Knock Knock

 

22) Mumford & Sons – I Will Wait

 

21) Cloud Nothings – Fall In

 

20) Cat Power – Cherokee

 

19) The Underachievers – Gold Soul Theory

 

18) Passion Pit – Take A Walk

 

17) Kate Nash – Under-Estimate The Girl

 

16) Hot Chip – Look At Where We Are

 

15) Muse – Madness

 

14) Fiona Apple – Every Single Night

 

13) Jack White – Love Interruption

 

12) Melody’s Echo Chamber – Endless Shore

 

11) Frank Ocean – Thinking About You

 

10) Electric Guest – This Head I Hold

 

09) The xx – Angels

 

08) Best Youth – Hang Out

 

07) Santigold – Disparate Youth

 

06) Grimes – Genesis

 

05) The Rolling Stones – Doom And Gloom

 

04) Die Antwoord – I Fink U Freeky

 

03) The Walkmen – The Love You Love

 

02) Alabama Shakes – Be Mine

 

01) Swim Deep – King City

SEGUNDA-FEIRA

Não é fácil.

oioi

REAGE SP #PRELIMINARES

483640_529236643755593_847115682_n

A partir do dia 8 de dezembro uma série de diferentes ações começa a movimentar a cidade de São Paulo.

Diferentes coletivos sociais se uniram para a realização de debates, oficinas, ocupações, transmissões e festas, visando um único objetivo em comum, entender as diferentes questões vitais para a cidade de São Paulo e propor soluções.

Uma movimentação planejada, aberta e pacífica, voltada para a aproximação, reflexão e decisão da população de São Paulo frente aos suas principais questões existenciais. Sem duvida alguma trata-se de um evento único e revolucionário, onde você está convidado.

São Paulo talvez não seja a sua cidade, mas de qualquer forma ela será parte da sua vida.

Ações como a #Preliminares deveriam multiplicar-se por todas capitais do país, e assim talvez devolver à população o direto que lhes é garantido, mas atualmente exercido (em alguns casos insatisfatoriamente) por vereadores, deputados e prefeitos. A voz de um povo não pode ser sufocada, e como todos sabem, a união faz a força.

Acompanhe este movimento, entenda-o, apoie e participe, acessando a sua página no Facebook.

E confira agora um recorte de cenas que simbolizam o estado de convulsão social e guerra civil velada que aflige a maior e mais importante cidade da América Latina. Eu amo São Paulo e também acredito que São Paulo precisa mudar, mas para isso é necessário começar a pensar.

#RIPNIEMEYER

Perdemos um mestre.

nie