Archive | junho 2013

MUDANÇA POSITIVA

beach-beatiful-bikini-girls-glitter-Favim.com-215625_large

Um completo desconhecido. Aproximava-se certo de seus sentimentos, mas indeciso quanto à futuras ações. Observava o mundo ao seu redor atordoado, pois aos seus olhos a estabilidade predominava absoluta, mas no anseio de seus desejos aguardava por uma mudança maior, um acontecimento drástico e permanente.

A nova edição de MESS_TAPE anseia por mudança, e por meio de uma incrível seleção de boas, novas e clássicas canções, apresentamos a trilha sonora perfeita para mudar tudo ao redor, uma mudança drástica e permanente.

Aos ouvidos atentos a mudança é contínua.

Aumente o volume, aperte o play e aproveite.

MESS_TAPE 036 – (Music) To Changing Everything Around

  • Loud Harp – Hide Me Away
  • Lorde – Royals
  • Vampire Weekend – Unbelievers
  • Baba Zula – Zaniye Oyun Havası
  • Melody’s Echo Chamber – Bisou Magique
  • Queens Of The Stone Age – I Sat By The Ocean
  • Natalia Lafourcade – Siempre Prisa
  • Lulina – Nós
  • Daft Punk – Fragments of Time
  • Wild Nothing – Paradise
  • Morcheeba – Trigger Hippie
  • Jennifer Lo-Fi – Neveo
  • Holy Ghost! – Do It Again
  • Aíla – Caminho
  • Mick Jagger – Too Far Gone
  • Best Youth – Honey Trap
  • Melissa Polinar – Change the World
  • Tulipa Ruiz – Like This

messtape036

messupclubbotom     facebookbotomtwitterbotom

99 CONTRA 1

bandeira-do-brasil

Tudo era previsível. O aumento da passagem já havia sido anunciado com antecedência, durante a campanha eleitoral, e a declarada “decência” limitava-se apenas a um aumento abaixo do índice de inflação. A grande vilã econômica, mas não a única, a inflação.

Para a população restava a digestão de mais um aumento, mais um acréscimo, mais um degrau no complicado e abusivo custo de vida do brasileiro. O absurdo custo de vida brasileiro.

O movimento iniciou-se pequeno, mínimo, reunindo brasileiros comuns revoltados, afinal, o custo mais uma vez aumenta, mas e a qualidade? A qualidade é um desejo que se transforma em depressão, decepção, sempre.

O transporte público não é suficiente, não possui qualidade, e a sua representatividade financeira, frente ao vergonhante salário mínimo, assusta, assombra.

Quando o movimento iniciou-se muitos destrataram o seu valor, afinal, o Brasil é um país passivo, manifestações são raras, microscópicas e inefetivas, mas apesar de desacreditados, os manifestantes não sem abalaram, continuaram protestando, lutando pelo seu legítimo – e nobre – valor.

O grito despertou.

O grito despertou uma revolta acostumada ao pequeno alcance de solitárias mãos. O grito despertou uma multidão desacreditada e multiplicou a sua ação.

O transporte público não é suficiente. A saúde não é suficiente. A educação. A segurança. O Brasil possui inúmeros motivos para se revoltar, para se fazer ouvir e efetivamente cobrar uma nova direção.

O que iniciou-se mínimo, ganhou proporção. O brasileiro despertou. As revindicações se multiplicaram. Todos anseiam pelo fim da corrupção, pela devida punição dos envolvidos, pela destituição de seus cargos, incontáveis políticos condenados pelos seus atos, e pelo despreparo de atender satisfatoriamente a sua população.

O nosso grito anseia por uma resposta, por uma proposta, de quem está a frente e ostenta o trabalho de representar a sua população.

Somos 99% da população.

Despertamos para a mudança que anseia revolução.

Faça parte, faça história, e sem violência, faça a revolução.

Escrevemos o começo de um novo Brasil.

messupclubbotom     facebookbotomtwitterbotom

#PMCOVARDE

287514-970x600-1

aaa

aaa1
messupclubbotom     facebookbotomtwitterbotom

SÁBADO

E a vida continua a nos surpreender sempre, e não adianta reclamar.

922687_670870146273297_142362015_n
messupclubbotom     facebookbotomtwitterbotom

NOVIDADE DELICIOSA

Lorde++PNG

E a nova sensação musical global se autodenomina LORDE, uma adolescente de apenas (e impressionantes) 16 anos de idade, responsável pelo elogiado The Love Club, uma seleção de 5 deliciosas canções que tem conquistado a atenção da crítica e público.

Com letras sagazes e uma voz marcante, Ella Yelich-O’Connor (nome de batismo) tornou-se o mais novo fenômeno musical neozelandês, graças ao sucesso arrebatador de “Royals”, seu primeiro single de trabalho.

Por conta da incontável quantidade de execuções de “Royals”, desde já uma das melhores canções de 2013, eu acredito que The Love Club é apenas um começo muito promissor para essa colegial neozelandesa.

messupclubbotom     facebookbotomtwitterbotom

#RETORNAMOS!

areyoureadybrain-460x355

 

messupclubbotom     facebookbotomtwitterbotom